Lancheiras – Dicas de Saúde 1

lancheira-crianca-30290

Começam as aulas e com elas as muitas e muitas preocupações dos pais.

O lanche escolar é um dos motivos da nossa dor de cabeça, afinal os pimpolhos têm que se alimentar fora de casa pelo menos uma vez por dia, cinco dias por semana.

Infelizmente alguns pais preferem fechar os olhos deixando ao encargo dos pequenos a responsabilidade de escolher sua própria merenda entre as opções oferecidas nas cantinas escolares.

A propósito, as cantinas terão um post só para elas… Então sem comentários por hora…

Mas acredito que a merenda escolar é uma refeição importantíssima e um ótimo momento para aprendizado sobre nutrição e escolhas alimentares.

Claro que os pequenos ficam tentados com as guloseimas açucaradas espalhadas nas vitrines das lanchonetes, mas podemos fazer um acordo com eles, sabem… Vou contar como funciona aqui em casa: de segunda a quinta é lanche caseiro, incluindo frutas e sucos todos os dias. Na sexta ganham as fichas da cantina, a únicas proibições são os salgados fritos, os salgadinhos de “pacotinho” e os refris (tudo bem, não é tão liberado assim… ), e eles podem escolher uma “bobagem” de sobremesa. E sabem o que acontece? O “dia da cantina” é um momento especial e eles se sentem premiados, e no fim acabam escolhendo opções não muito distantes dos padrões da lancheira caseira, a exceção das balas e chicletes de sobremesa…Bem, o mundo não é perfeito,né? Mas é isso, bobagens são bobagens, uma exceção, e não fazem parte da rotina de sua merenda.

Então… Deixando de papo furado, vamos então ao que interessa: AS DICAS!

Como parte de uma série em homenagem as minhas amigas mamães, que se descabelam para planejar o lanche dos filhotes, seguem as primeiras dicas:

RECIPIENTES:

foto

As lancheiras devem ser térmicas, se vc pode bancar aquele personagem do momento beleza, mas manter a temperatura dos alimentos é o critério número 1 e o mais importante.

O tamanho também é muito importante, devem acomodar sem dificulades uma garrafinha e pelo menos dois recipientes além da toalhinha de mão.

Para colocar os lanchinhos tenha conteiners com tampas que vedem bem e de tamanhos diferentes para  caber uma boa variedade de opções. Os sacos plásticos com “ziploc” não podem faltar na sua casa, podem ser usados para sanduíches, frutas,  biscoitos, etc, etc, etc com higiene e segurança.

As garrafinhas… essas aí são um grande problema… Não precisam ser térmicas (lembrem-se, as lancheiras já têm essa função!), mas devem estar muito bem VEDADAS, e é aí onde “a porca torce o rabo”. As lancheiras costumavam vir com umas garrafinhas térmicas fofas que não vazavam por nada, mas agora na era dos “squeezes” fica tudo úmido e com cheiro de suco! Uma solução é colocar um pedaço de filme plástico  no bocal (precisa ser generoso e cobrir parte da garafa) e rosquear a tampa por cima. Só não esqueça de ensinar o seu rebento a tirar a proteção.

E falando das garrafinhas… temos a deixa para a nossa dica de hoje:

BEBIDAS:

Repitam comigo:

SENHOR a partir desse dia prometo não colocar na lancheira de meu filho nenhum tipo de bebida processada, recheada de açúcares e aditivos químicos, incluindo as suas queridas pitchulas, achocolatados e sucos de caixinha, mesmo que eles venham em embalagens estampadas com seus personagens preferidos, ou que eu esteja morrendo de pressa e com bloqueio criativo.  Amém!

É isso papais e mamães… A bebida na lancheira não é essencial, ela tem apenas a função de hidratar, o que uma garrafa de água faz. O aporte nutricional para os pequenos enfrentarem com energia o segundo turno das aulas é fornecidoo pelos itens sólidos do lanche. Mas não é por isso que não devemos nos preocupar com o que bebem… As bebidas processadas mencionadas acima contém uma quantidade excessiva de açúcar, que contribui para a dificuldade de concentração, além de serem calóricas e cheias de aditivos quimicos.

Então fica a dica, opções saudáveis, viáveis e de custo menor ou equivalente aos colegas de “caixinha”:

Água de coco (natural, não vale trapecear e comprar a água de coco da “coca-cola”

Chá gelado (hum… a essa altura vc já entendeu: NÃO VALE O DE CAIXINHA OU DE LATINHA)

Suco natural

Suco feito com polpa de fruta

Suco tipo “maguary”, sabem… aqueles de garrafinhas concentradas.

Água

E qualquer outra opção que consigam pensar, que não seja processada, cheia de aditivos, corantes, açúcares e outros veneninhos…

É isso papais e mamães, espero que tenha ajudado em algo… Amanhã teremos mais … Até lá!

Link da imagem da lancheira linda que tem o inicio do post:

http://mdemulher.abril.com.br/familia/reportagem/filhos/capriche-lancheira-seu-filho-697553.shtml

Anúncios

3 thoughts on “Lancheiras – Dicas de Saúde 1

      • Estou numa luta aqui em casa! Creio que as coisas já melhoraram , mas é uma barra a reeducação alimentar! Obrigada pelas dicas querida! É maravilhoso ter vc por perto, sucesso !

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s