Garantindo Meu Lugar ao Fogo

“Quando o homem aprendeu a cozinhar os alimentos, surgiu uma profunda diferença entre ele e os outros animais.” 
Assim Ariovaldo Franco começa seu  livro De Caçador a Gourmet – Uma história da gastronomia. A frase é um convite a reflexão sobre a importância da culinária na história da humanidade, sobre a comensalidade e seus rituais, e o fogo… 
Mas não é sobre o livro de que se trata esse papo, é sobre o fogo. A primeira grande descoberta do homem. O fogo, e o domínio sobre sua ignição, permitiram ao homem primitivo tornar os alimentos mais palatáveis e de fácil mastigação. Logo a dieta tornou-se mais variada e o homem mais resistente. O fogo trouxe ainda proteção contra os grandes animais, incrementou as técnicas de caça e facilitou a confecção de utensílios e armas. Além dos aspectos práticos da vida cotidiana do homem primitivo, o fogo sempre esteve relacionado a magia e ao sobrenatural, tendo sido, talvez, uma das primeiras de nossas divindades. 
Fazendo essa pequena revisão de nosso passado pré-histórico é muito fácil compreender o fascínio que as chamas ainda exercem no homem moderno. Quem já teve uma lareira em casa, ou um fogão a lenha, sabe bem do que estou falando… Separar a lenha, iniciar a chama, manter o fogo ardendo… É como sentir-se, não sei, mais conectados a nossa humanidade. 
Bem… Toda essa introdução “cabeça” é para que, agora, imaginem como me senti frente a um daqueles modernérrimos cooktops digitais de cerâmica! Em novembro estive em São Paulo para um demonstração de meu trabalho, e a cozinha era equipada com um desses “fogões”. Juro que nada poderia me assustar mais. A geringonça me causa uma imensa desconfiança. Onde estão as magnificas chamas sob minhas panelas? E o “estalinho” da ingnição? Deus, aquilo foi uma tortura, e foi preciso muita presença de espírito para não tornar o evento um desastre. Não sei quantas foram as vezes em que acionei o dispositivo de segurança e desliguei o aparelho. Ainda bem que eu contava com uma audiência bastante condescendente e minha inabilidade acabou por divertir a todos.
Desde aquele dia venho pensando nas tantas maravilhas tecnológicas que estão chegando às cozinhas. De repente cooktop e  fornos combinados, já são coisas do passado. O pior de tudo é que o produto que sai dessas cozinhas, e que parece encantar a tantos paladares, é algo que dificilmente se reconhece como alimento. A tecnologia tem se tornado um fim e não um meio. Não me entendam mal. Adoro um prato requintado, com apresentação que mais parece uma pintura, e toda aquela linguagem afetada dos cardápios, novas descobertas, novas técnicas… Mas acredito que no fim disso tudo tenho a obrigação de servir, bem… Comida, horas! Comida que se pareça com comida, não importa o arranjo do prato. Comida que encante os sentidos, que nutra o corpo e deleite nosso espírito. 
É assustador e preocupante ver tantos novos chefs saindo de universidades equipadas com tudo o que há de novo em matéria de tecnologia e sem fazer a menor idéia de como realizar as tarefas mais triviais, como começar um fogo… Tão distantes do que realmente importa.
Não sei não, posso estar cometendo um enorme equívoco, mas, como cozinheira, acredito que uma abóbora, depois de transformada pela cocção, deve se parecer com uma…hum… Abóbora! Deve cheirar como abóbora e ter gosto de abóbora… E no meu fogão, pelo amor de Hefesto, deve ter fogo! Ardentes, lindas e hipnotizantes chamas.  
Até outra hora… Boa Semana para todos!!!

Anúncios

One thought on “Garantindo Meu Lugar ao Fogo

  1. Adorei…o post…e "Eu sei o que este fogão fez com você no novembro passado" risos….tenho até o nome e endereço dele, e fotos para provar (risos) atualmente já estou super amigo dele….me trata super bem (risos)…Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s