Dia 23 – Nem tão equilabrada assim…

Essa imagem e o texto ao qual ela está associada estão no blog: http://refugio-das-borboletas.blogspot.com/2009/09/na-corda-bamba.html
e estão, texto e imagem, muito relacionados com as circunstâncias atuais de minha vida.
Há 23 dias sem carne (parece pouco, mas o bastante para vários questionamentos), minha rotina está de pernas para o ar e tenho milhões de interrogações me perseguindo.
Primeiro a questão da rotina, mais uma vez aquele velho problema em que a carne, sendo o elemento central da refeição, desvia a atenção de todos os outros elementos. Elaborar cardápios vegetarianos em um primeiro momento exige muito mais da nossa criatividade, e nem sempre estamos assim tão inspirados. A verdade é que tem sido exaustivo organizar as minhas refeições, especialmente por que não almoço em casa. Uma coisa é criar… para aulas ou para escrever… Reservo um horário, leio livros, faço anotações e depois, no outro dia, com a idéia mais madura, compro os ingredientes e mãos a obra… tudo muito organizado e tranquilo, mas é trabalho, sabem? Tem uma outra dinâmica… Agora, incorporar essa escolha no meu dia-a-dia tem dado muito em que pensar… Parecia muito mais simples a principio… ainda assim continuo firme no meu propósito, rumo aos 365 dias sem carne.

Aí vem a segunda questão. Ok, a carne foi deixada de lado… Agora parece que há toda uma celeuma relacionada ao universo vegetal. Há os que condenam os trangênicos, os que acham que o gluten faz mal e é muito alergênico, os orgânicos são caríssimos, os produtos de soja nem se fala (viram o preço do tofu defumado a quantas anda?)… São tantos os argumentos que prefiro me apegar a minha velha filosofia de que comer bem é que comer aquilo que te dá prazer, que agrada seu paladar e que nutre seu corpo e também seu espírito…

Fora isso tem os sonhos (pesadelos?) em que estou comendo carne… e me deliciando!!! e aquele touro feroz que apareceu na primeira vez não tem mais dado as caras não… Sou só eu e um bifão enorme, uma coisa! E me pergunto, os vegetarianos que conheço tornaram-se vegetarianos em adultos… Como foi isso? Simples assim, acordaram um dia de manhã e decidiram que não iriam mais comer carne e pronto. Sem pesadelos, sem nem uma vontadezinha? Sério? Digo, independente das razões dessa escolha… todos foram onívoros no passado… né não? Então… digam aí, please!

Viram o porque da corda bamba???

Pois é… por hoje serão só muitas : ?????
Até mais

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s