Doce de abóbora de coração

Janaina da Matta:

ainda não testei…. mas adooooro!

Publicado originalmente em The Cookie Shop:

IMG_1174

Um negócio que eu sempre quis saber como era feito era o doce de abóbora de coração.

Lembro bem da minha mãe falando quando a gente era criança que não dava pra fazer em casa, tinha que deixar descansar no sol um dia inteiro pra formar a casquinha. Muito me impressionou essa história do sol: ficava imaginando a fábrica de doce de abóbora com um quintalzão enorme cheio da assadeiras no chão com os corações secando por horas a fio. E se chovesse? Será que vinha um monte de funcionários com guarda-chuvas ou tinha que jogar tudo fora?

No fim das contas desisti de fazer os corações em casa, principamente porque a gente morava em apartamento e mamãe  me convenceu de que seria meio inconveniente ficar tomando conta dos doces na piscina do prédio.

Mas eu cresci e agora sou mulher (bj Sandy Júnior) e né, não é possível, tem…

Ver original 84 mais palavras

Feijão de todo dia

31307250122   Eu adoraria poder comer um feijão fresquinho todos os dias… Mas o corre-corre diário não me permite esse luxo, de modo que cozinho o feijão e congelo para os próximos quinze dias. Para satisfazer meu desejo pelo gostinho de feijão recém preparado conto com alguns truques que compartilho com vocês. Espero que sejam úteis…

Na noite anterior: 

Deixar de molho em uma bacia de cozinha: 03 xícaras de feijão carioca

06 xícaras de água

Lave o feijão em uma peneira em água corrente, coloque na bacia e despeje a água. Se algum grãozinho boiar descarte-o. Deixe de molho por 12 horas antes de cozinhar, se possível troque a água ao menos uma vez no período. Esta etapa é importante facilitar o cozimento dos grãos e também ajuda a eliminar elementos indigestos do grão.

INGREDIENTES:  03 xícaras de feijão deixadas de molho na véspera 09 xícaras de água 04 dentes de alho amassados 02 folhas de louro 01 colher de sobremesa de óleo neutro PREPARO: Escorra o feijão e lave novamente em água corrente. Deixe escorrer na peneira. Aqueça uma penela de pressão de tamanho adequado, coloque o óleo , o alho amassado e o louro. Refogue ligeiramente. Junte o feijão e cubra com a água. Tampe a penela de deixe cozinhar em fogo médio. Depois que atingir pressão calcule 10 minutos. Desligue e deixe que a panela perca pressão naturalmente (cerca de 10 minutos)

Abra a panela e separe a quantidade que for consumir imediatamente, o restante divida em porções para congelar, tomando cuidado para colocar quantidades proporcionais de grãos e caldo em cada recipiente.

Congele em recipientes próprios para freezer e com fechamento adequado. Só tampe depois que estiver a temperatura ambiente.

Até esta etapa o feijão não é salgado ou recebe outros temperos.

PARA SERVIR:

Leve a uma panela comum a quantidade que for servir, tempere com sal e pimenta do reino moída na hora, deixe em fogo baixo até que o caldo engrosse totalmente.

USANDO O FEIJÃO CONGELADO:

Para usar o feijão congelado eu deixo algumas dicas:

1. Tire do freezer a porção desejada na noite anterior e deixe no refrigerador.

2. Antes de usar faça um novo refogado com 01 dente de alho amassado e 1/4 de cebola picadinha, junte o feijão com seu caldo e tempere com sal e pimenta do reino moída na hora. Deixe ferver em fogo baixo com a panela destampada para que o caldo engrosse naturalmente. Esse refogado é o que dá aquele gosto de feijão fresquinho!

 CUIDADOS: 

1. Você pode abrir a panela de pressão mais rápido forçando a saída da pressão de duas maneiras: colocando a panela na água corrente (se estiver com pressa esse é o método mais seguro), ou levantando a válvula com um garfo (mas assim diminui a vida útil da panela).

2. Se quiser um feijão mais rico com pedaços de carnes ou legumes cozidos eu sugiro fazer uma quantidade menor apenas o suficiente para consumir em até três dias e assim não precisa congelar.

3. O caldo do feijão engrossa sozinho, é preciso paciência e deixar que o amido do grão tenha tempo de agir cozinhando em fogo baixo. Não é preciso acrescentar nenhum tipo de espessante para conseguir o ponto desejado.